sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Paisagista de Poá constrói 'Batmóvel' inspirado em modelo dos anos 1960

 




Batmóvel (Foto: Pedro Carlos Leite/G1)

O paisagista Getúlio da Silva Ribas e seu batmóvel.

Ele é dono de uma máquina única. Não é super-herói, mas não se importa em se vestir como um e chamar a atenção por onde passa. Em Poá, na região metropolitana de São Paulo, o paisagista Getúlio da Silva Ribas, de 57 anos, conhecido como “Batman”, fez mais do que trajar uma fantasia do "cavaleiro das trevas": decidiu construir seu próprio batmóvel. 

Tudo começou com um apelido. “Como eu sempre ando de sobretudo, as pessoas colocaram em mim o apelido de Batman. E como eu também sou fã do herói, tive a ideia de fazer o batmóvel”, conta.
Sucesso no Salão do Automóvel, Batmóvel vira miniatura (Foto: Reprodução/TV Globo)

O batmóvel em miniatura, sucesso no Salão do
Automóvel deste ano, foi a inspiração

O veículo inusitado é inspirado no modelo de 1966, o primeiro usado na série televisiva. “Eu prefiro esse modelo porque ele é mais clássico e inspirado no Cadillac. Os batmóveis que vieram depois são muito extravagantes.”

Mas o dono da máquina diz que há uma diferença fundamental. “Eu fiz meu carro com seis rodas para ficar diferente e ainda mais bonito que o original. Inclusive eu patenteei esse formato. Se alguém fizer um batmóvel de seis rodas, tem que pedir permissão para mim”, conta o paisagista.

O Batman de Poá conta que primeiro fez um desenho do projeto e depois usou a oficina de um amigo para construir o carro. “O primeiro passo foi usar chapas de ferro para fabricar o chassi. Depois, chamei uma pessoa que trabalha com carros alegóricos para fazer um molde de isopor no carro. Aí passamos várias camadas de fibra de vidro por cima desse molde e retiramos o isopor de dentro. Pra finalizar, passei seis camadas de fibra de vidro e resina.”

Todo o trabalho levou cerca de um ano e meio e terminou parcialmente no mês passado. O carro é emplacado e licenciado, mas ainda receberá ajustes. “Já investi uns R$ 90 mil, mas ainda quero colocar câmbio de seis marchas, luzes nas rodas, instalar uma turbina traseira, fazer a tapeçaria, colocar vidros no para-brisas, instalar uma cobertura elétrica, entre outras coisas.” Atualmente o para-brisas é de policarbonato e o motor, de um modesto Corcel – segundo o dono, “apenas para rodar por enquanto”. Ele revela ter vendido uma lancha para investir na construção do batmóvel.
O interior do batmóvel construído por Ribas (Foto: Pedro Carlos Leite/G1)

O interior do batmóvel construído por Ribas

Para deixar o carro completo, Ribas estima gastar mais R$ 80 mil. Mas ele diz não ter pressa e afirma que já possui retorno do investimento. “No Halloween, eu fiz exibições em seis festas aqui em Poá, em Guarulhos e na capital. Também já rolou aniversário e exposição de lojas.” Ele cobra até R$ 800 por evento, o que inclui o motorista também fantasiado de Batman.

“Eu virei meio que celebridade na cidade. Às vezes vou tomar um refrigerante numa lanchonete e o pessoal nem me cobra”, brinca. “Outro dia fui com o batmóvel em um bar comer um espetinho. Eu estava na porta e toda hora passava gente com criança e parava para ver o carro e tirar foto. Como eles estavam lá, também compravam um espetinho. Quando eu estava indo embora, o dono me pediu pra ficar mais um pouco. Por fim, passei a tarde lá, um monte de gente tirou foto, comprou espetinho e o dono fez questão de não me cobrar nada.”

Ribas se lançou candidato a vereador nas útimas eleições. Sua fama com o batmóvel, no entanto, não foi suficente para elegê-lo. Ele recebeu apenas 33 votos.

O veículo inusitado divide a opinião dos moradores. A estudante Emily Stéfani Cirilo de Melo já viu o batmóvel várias vezes na cidade .“Ele roda a cidade inteira com o carro e eu acho que ele gosta é de aparecer demais usando o carro para a política”, opina. Já a aposentada Regina Morales Navas acha curioso o fato. “Eu acho legal, mas não dá para sair com um carro desses, chama muito a atenção.”

Para o dia a dia, o Batman de Poá tem um carro “normal”: um Golf. Mas a paixão pelo batmóvel é maior. “Ele é o meu xodó. Já me ofereceram mais dinheiro do que eu investi, mas não me desfaço dele de jeito nenhum.”
Na avenida principal de Poá, o 'Batman' chama a atenção (Foto: Pedro Carlos Leite/G1)

Na avenida principal de Poá, o veículo chama a atenção.



1 comentários:

Postar um comentário