segunda-feira, 16 de junho de 2014

Mitsubishi Eclipse GT.

Hoje temos uma pequena matéria com um carro bastante conhecido e admirado por todos, e que aqui na cidade existem apenas 3 ou 4 unidades do carro. Estamos falando do Mitsubishi Eclipse GT, que foi fotografado por José Diego em uma concessionária em João Pessoa.

Sob o capô o Eclipse possui um motor V6 de 3.8 Litros e 267 Cavalos de Potência, o Bloco, Virabrequim, Bielas e Pistôes são os mesmos da Pajero Full. Na prática, o carro leva cerca de 8,3 segundos para atingir 100Km/h. Para dirigir este Eclipse, você vai ter que calibrar o pé e desligar o controle de tração por meio de um botão à esquerda do volante. Acertando a arrancada, você vai levar 7,6 segundos para chegar aos 100 km/h. Se as rodas patinarem, o tempo fica 4 décimos mais longo. O número chega perto de um Nissan 350Z, que tem 280 cv e foi 7 décimos mais rápido.
O câmbio de seis marchas é bem escalonado e a alavanca tem engates resolutos - até quem não tem experiência em dirigir um esportivo vai se familiarizar. A suspensão segue o modelo utilizado no Lancer, com McPherson na dianteira e multilink de quatro braços na traseira. Em outras palavras, rodas independentes nos dois eixos. A Mitsubishi não tropicalizou a suspen são, mas é inegável que um esportivo precisa ter acerto mais firme em qualquer lugar do mundo.
O interior segue o padrão da marca. É simples e sem grandes luxos. Não há, por exemplo, computador de bordo. É uma escola "purista" que acredita que um esportivo é feito para ser guiado. Ou seja, sem grandes distrações no interior. Mas o Eclipse até faz algumas concessões e vem equipado com um sistema de som que conta com subwoofer de 10 polegadas no porta-malas (que ainda assim comporta 445 litros de bagagem) e comandos para mudar as estações atrás do volante. As linhas internas agradam pelos elementos circulares presentes nos mostradores, no console e nas saídas de ar. Ao centro do painel fica um visor que traz informações do rádio, uma bússola, relógio digital e o marcador da temperatura externa. O espaço para quem vai na frente é bom - e ainda há bancos concha. Mas, cabem apenas duas crianças no banco traseiro.

0 comentários:

Postar um comentário