quarta-feira, 15 de abril de 2015

Clássicos: Ford Maverick 302-V8.

Protagonista dos sonhos de muitos, escolhemos para a matéria de hoje o épico Ford Maverick 302-V8, sinônimo de potência que marcou com esportividade a vida de muita gente nos anos 70, e que marca até hoje. O “Canadense” gera 199cv a 4600 rpm e 39,5 mkgf a 2400 rpm, dá pra acreditar? E tudo isso no ano de 1973, mas calma, vamos falar um pouco de sua história brevemente e em seguida da parte motora.

Durante o lançamento do Maverick no Brasil, um dos modelos a surgir no mercado, e talvez o mais cobiçado foi o Maverick V8, um carro totalmente esportivo, desde seu acabamento interno, motor, faixas laterais e a até outros acessórios. Porém para a Ford, havia um dilema, lançar o Maverick o quanto antes de uma maneira que atendesse as condições atuais da empresa no Brasil, ou seja, conforme a estrutura da empresa na época não havia como se produzir toda a linha mecânica dos carros dentre outros.
Daí então para o Maverick V8, a única maneira seria exportar esse motor de uma das Fábricas dos Estados Unidos, México ou Canadá. A partir dessa medida adotada pela Ford, surgiu o termo "Canadense", dado para o motor V8 aplicado no Maverick no Brasil. Tratava-se do lendário 302-V8, ou seja, 302 polegadas cúbicas, que correspondem a exatamente 4.948,89cc que rendem ao carro 199cv de potência máxima - só lembrando que o projeto desse motor é de 1968 que começou em 1962 com o motor 221, passou para 260, foi transformado em 289 em 1963, e finalmente no referido ano de 68 em 302.
Assim, quando feito o lançamento oficial do Maverick no Brasil, em maio de 1973 a preferência do consumidor logo recaiu sobre os modelos equipados com motor V8, adotado no modelo GT, ou como opcional nos modelos Super Luxo e Super. Os modelos equipados com o motor V8, tinham um excelente desempenho, e aceleravam de 0 a 100km/h em menos de 12 segundos, chegando aos 190km/h com um consumo médio de 6km/litro, segundo o fabricante. Ninguém reclamava do motor V8 importado. O problema estava sendo o restante do conjunto mecânico do carro, sub-dimensionado para este tipo de motor, faltavam freios, suspensão, sistema de arrefecimento dentre outros, porém para os "ousados" que tentaram domar esta fera, de nada se queixaram, pois um carro com tantos opcionais, aerodinâmica melhor que seu concorrente nacional, potência superior a muitos carros de sua categoria e muitos outros pontos positivos.
Curtiram? Fiquem ligados aqui no site, pois em breve postaremos mais uma matéria, e não se esqueçam da nossa página no Facebook pois lá as postagens são diárias, assim como em nosso Instagram (@exclusivos_jampa), segue lá! Um grande abraço a todos e até a próxima.

1 comentários:

This Lower Ford 302 Thermostat Housing is all Billet Aluminum. Works for a Small Block Ford or Chevy Engine. Helps eliminate any Air Pockets and by Aiding in Purging any excess Air in the Cooling System. Requires an Upper Filler Neck. Available as an added option Below.

Postar um comentário